Notícias

Confira lojas que dão mais crédito da nota fiscal

Data: 2008-09-08

Com o programa Nota Fiscal Paulista, consumidores que pedem o documento fiscal podem ter crédito de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), mas os valores recebidos podem variar bastante de acordo com o tipo de comércio em que a compra foi feita. Assim, na hora da consulta, a maioria dos consumidores tem uma surpresa: ou o que tem a receber é muito pouco ou está bem acima do que esperava. Por isso, o Agora traz uma relação das lojas que podem gerar mais crédito para o cliente.

Segundo especialistas tributários, entre as lojas que mais podem gerar crédito estão as de roupas, de departamentos, de calçados, de acessórios e os supermercados. Isso porque esses comércios costumam pagar alíquota maior de ICMS.

No caso dos supermercados, o imposto é alto porque é grande a variação de produtos e o volume de compras. O valor do crédito recebido vai depender do número de consumidores que pedem a nota com CPF. Em geral, muitos clientes pedem a nota em mercados porque os caixas costumam oferecê-la na hora do pagamento.

COMO É CALCULADO
O valor recebido nos comércios pode variar por conta dos fatores que influenciam o cálculo do crédito. Entre eles está a alíquota de ICMS paga por cada setor. Quem paga mais imposto, devolve mais créditos. As empresas que estão no Supersimples (programa de simplificação tributária do governo federal) pagam menos. A maioria dos restaurantes, padarias e lanchonetes está nessa situação e, por isso, geram pouco crédito.

Outros fatores que afetam o cálculo são o número de consumidores que pedem a nota com CPF (o crédito de até 30% só é dividido entre quem pede o documento) e o valor da compra feita pelo cliente.

Além disso, há o limite de 7,5% de crédito sobre cada R$100 gastos. Assim, quem fez uma compra de R$200, por exemplo, poderá receber, no máximo, R$15 de ICMS.

Para ter uma idéia da diferença que pode haver na devolução do imposto, um gasto de R$1.897,43 em uma loja de automóveis, por exemplo, gerou R$2,71 de crédito ao consumidor. Já uma nota de R$461,86 em uma loja de artigos para animais gerou R$26,32, e uma compra de R$377 em um comércio de roupas devolveu R$28,27 a esse mesmo cliente. Para receber os créditos, é preciso estar cadastrado no site da Fazenda Estadual.

Fonte: Agora São Paulo
Outras notícias
Prefeitura decreta feriado para o dia 12 de junho, mas não para comércio
Encontro define novo cronograma para o eSocial
MEI tem até o dia 31 para entregar a declaração anual
Receita alerta para mensagem falsa encaminhada por e-mail
Ministério usará internet para cobrar FGTS

Todas as notícias